sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

Bobagens apaixonadas

Abre os braços e deixa o tempo
Correr entre nossas risadas.
O sol tímido desenha sombras no teu rosto,
Contornando seu sorriso contido
Que me faz espectador de sonhos.

Esse hoje sou eu. Involuntariamente
Abandonado, como uma herança de um
Tio que não se sabe que existe.

Será que você realmente não sabe?
Eu disfarcei tão bem as minhas bobagens
Apaixonadas, enquanto conversávamos nas estrelas?

Nenhum comentário: